Terça-feira, 17 de Junho de 2008
Olhão é noticia em

 

 O que está previsto ser construído na zona ribeirinha de Olhão

Olhão, cidade, vai formosa e vai segura. Toda a zona ribeirinha vai sofrer uma total requalificação, no sentido de tornar, por um lado, mais dinâmico todo o tecido empresarial e, por outro, abrir uma frente para o mar, uma das estratégias da autarquia, como forma de aproximar as pessoas desta realidade.

Neste momento, Olhão está a viver as comemorações dos 200 anos da sua história. «São 200 anos de construção de uma identidade, enquanto cidade, enquanto município, enquanto povo com uma cultura ímpar», afirma Francisco Leal, presidente da autarquia.

Um dos projectos, que a Câmara executou, foi a recuperação do casco tradicional da cidade, preservando a realidade olhanense, o seu cubismo, as suas ruas estreitas e empedradas.

Hoje, em pleno século XXI, nascem novos desafios para Olhão. O turismo começa a ser uma realidade, mas as pescas e a vida ligada à ria não ficam marginalizadas nos projectos que se apontam para toda a zona ribeirinha.

Uma das obras mais importantes, programada para os próximos anos, é o Centro de Inovação e Desenvolvimento, um projecto que resulta da parceria entre a autarquia de Olhão, IPIMAR, Universidade do Algarve e associações empresariais.

O equipamento irá nascer num terreno localizado junto ao Auditório Municipal, que se encontra em fase de construção. O edifício antes existente no local foi demolido, por questões estruturais, mas o futuro complexo irá ser construído de acordo com as fachadas típicas e a traça original.

Este Centro irá dispor de gabinetes para incubação de empresas, áreas de laboratórios, auditório, sala polivalente, zona de exposições e, ainda, um Núcleo de Investigação Universitário.

«Olhão cresce e desenvolve-se, mas nunca deixa ficar para trás as suas raízes, a sua memória cultural e a sua ancestralidade», reconhece o presidente da Câmara Francisco Leal.


O que vai ser feito na frente ribeirinha de Olhão?

1 – Zona a recuperar para instalar o Parque de Feiras e Exposições, no âmbito do Polis Litoral
2 – Apartamentos turísticos Marina Village, em construção
3 – Real Marina Hotel & Spa – em construção. Cinco estrelas.
4 – Porto de Recreio/Marina. Abertura de concurso pelo IPTM para exploração e construção das infra-estruturas terrestres.
5 – Aparthotel.
6 – Requalificação da frente ribeirinha.
7 – Ria Shopping – centro comercial com um supermercado.
8 – Futuro Centro de Inovação e Desenvolvimento.
9 – Auditório em construção.
10 – Futuro cais para os barcos de passageiros e turismo.
11 – Requalificação de toda a área do Grupo Naval, incluindo porto de amarração dos barcos.
12 – Porto de pesca onde irão ser feitas dragagens e novo conjunto de estacadas.
13 – Pequeno porto para os mariscadores. Construção, em terra, de casas para guarda dos apetrechos de pesca.
14 – Estaleiros navais a concessionar pelo IPTM (35.mil metros quadrados).
15 – A Norte do Parque natural e da linha do comboio, área para construção de um hotel de cinco estrelas, aldeamento turístico e um campo de golfe.
16 – Futuro Museu da Ciência e do Mar a construir no antigo matadouro.
 

barlavento online

 

 

Olhanense

Jorge Costa promete equipa com ambição.



mano zé às 07:30
link do post | comentar

acompanhe a
blogosfera olhanense actualizada a cada meia hora

 

     aqui

visitantes desde 26/12/2008

arquivos

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds