Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008
Olhão, hoje é notícia em:

 

Renaturalizar

Palavra de ordem da Sociedade Expo, para as ilhas da Ria Formosa, no âmbito da Polis

O lançamento do concurso para a "elaboração do projecto de intervenção e requalificação" nos núcleos do Farol, Hangares, Ilha de Faro (nascente e poente), ilhotes e núcleo da Fuseta está também calendarizado para este ano.

Todos os concelhos envolvidos no "Polis Ria Formosa" - Faro, Olhão, Tavira, Loulé e Vila Real de Sto. António - vão ser alvo de campanhas de remoção de resíduos e de estruturas afundadas na ria.

 

Retirar casas em zonas de risco na Ria Formosa minimizando situações de perigo para pessoas e bens é uma das acções prioritárias que a ParqueExpo vai levar a cabo no âmbito do "Polis Litoral Ria Formosa".

O "Polis Litoral Ria Formosa" é um plano de requalificação da Ria Formosa - o mais importante património natural a sul do país -, cujo investimento total ascende a 87 milhões de euros e que conta com a constituição de uma sociedade com capital social em que os municípios de Faro, Olhão, Loulé e Tavira.

No documento "Acções Prioritárias", elaborado pela ParqueExpo, empresa responsável pela empreitada, e a que a Agência Lusa teve acesso, pode ler-se que a "renaturalização", conceito que se traduz principalmente pela retirada de ocupações em zonas de risco, e a "alimentação artificial de praias" são algumas das "acções prioritárias" no âmbito do "Polis Ria Formosa".

O documento da ParqueExpo indica que as medidas correctivas da erosão superficial, nomeadamente a "reestruturação e requalificação das ilhas barreira" e dos "espaços terrestres contíguos", nomeadamente a elaboração de planos de intervenção e requalificação para as ilhas dos cinco municípios algarvios envolvidos no "Polis Ria Formosa" são outras obras prioritárias para arrancar este ano.

Para o concelho de Faro, a ParqueExpo indica, por exemplo, que em 2008 é lançado o concurso para a "renaturalização de áreas degradadas da Ria Formosa - 1ª fase".

O lançamento do concurso para a "elaboração do projecto de intervenção e requalificação" nos núcleos do Farol, Hangares, Ilha de Faro (nascente e poente), ilhotes e núcleo da Fuseta está também calendarizado para este ano.

Ainda para 2008, a ParqueExpo tem intenções de criar junto à Praia de Faro um parque de estacionamento na margem terrestre e reestruturar o actual acesso viário - uma exígua aponte -, permitindo uma utilização mista: pedonal e ciclável.

No concelho de Tavira, por exemplo, uma das acções prioritárias para 2008 é a requalificação do Parque de Campismo da Ilha de Tavira, assim como a alimentação artificial da zona do Barril, Terra Estreita e península de Cacela.

Todos os concelhos envolvidos no "Polis Ria Formosa" - Faro, Olhão, Tavira, Loulé e Vila Real de Sto. António - vão ser alvo de campanhas de remoção de resíduos e de estruturas afundadas na ria.

A ParqueExpo também pretende lançar este ano um concurso para um plano de valorização e gestão sustentável das práticas produtivas ligadas aos recursos da Ria Formosa, em todos os concelhos envolvidos.

O plano de intervenção entregue às cinco autarquias algarvias divide-se em três eixos: "protecção e requalificação da zona costeira", "qualificar a interface ribeirinha" e "valorizar os recursos como factor de competitividade".

Um plano de marketing territorial para promover o património ambiental e cultural da Ria Formosa, um plano de comunicação e divulgação e uma estratégia para definir trilhos e percursos de descoberta de valores naturais também fazem parte do "Polis Ria Formosa".

Acessos, passadiços e estacionamento são infra-estruturas de apoio ao uso balnear que estão também previstas no "Polis".

Quem vai coordenar o "Polis Ria Formosa", programa que se estima estar terminado em 2012, é a ParqueExpo, empresa de capitais públicos, que vai intervir numa área de 19.245 hectares, numa frente costeira de 48 quilómetros o que equivale a uma intervenção em 12 praias algarvias.

A intervenção na frente da Ria Formosa será feita ao longo de 57 quilómetros e a requalificação das várias frentes ribeirinhas será estendida por 37 hectares.

  
 
barlavento online

MOJU

dá a conhecer um pouco mais sobre a Índia no Jardim Pescador Olhanense

sábado, dia 13

Região Sul

clique sobre a imagem para ampliar

 



mano zé às 07:59
link do post

acompanhe a
blogosfera olhanense actualizada a cada meia hora

 

     aqui

visitantes desde 26/12/2008

arquivos

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds