Sábado, 11 de Outubro de 2008
José Castanheira no:

 

 
Começo por agradecer o convite para colaborar no “Olhão é Notícia” que é já um espaço de opinião e informação respeitado, na chamada blogoesfera Olhanense.
Igualmente saúdo os frequentadores do blogue, que o fazem certamente com espírito de cidadania, interessados naquilo que se passa na nossa terra.
O assunto que me proponho abordar prende-se com a última Sessão da Assembleia Municipal de Olhão, que se realizou em 29 de Setembro passado.
Já agora, embora tenha tido conhecimento dele posteriormente, não posso deixar de referir o oportuno artigo do meu prezado co-membro da Assembleia Municipal, Dr. Mendonça.
Mas ao referi-lo, e ao cumprimentá-lo, também não posso deixar de estranhar que ele não tivesse dito lá dentro aquilo que escreveu…
Será que alguém o impede de falar?
O PSD não se diz, ou não é um partido democrático?
Creio que realmente é um pouco estranho…pois… “totalitários” é suposto sermos nós no PCP. Mas cá ninguém tapa a boca a ninguém…
Por outro lado, não sei se quando refere algum excesso de linguagem, está a pensar em mim, pois normalmente sou o único acusado de “mau comportamento”. Na última Sessão, tal, até ficou em acta…
Mas, sem querer justificar-me, quando afirmei que o Presidente da Câmara de Olhão foi para o jornal “Barlavento”, dizer patetices e idiotices anti-comunistas, fi-lo porque aprendi com os meus pais, que “quem não se sente, não é filho de boa gente”. E portanto, não me é possível deixar de exprimir veementemente a minha indignação, por ver um homem que tem a responsabilidade de liderar uma comunidade e naturalmente também é responsável por contribuir para a elevação da consciência cívica dos seus munícipes, permitir-se, a propósito dum assunto (o Plano de Recuperação da Zona Histórica de Olhão), em que está claro que a Câmara de Olhão, pouco ou nada fez para incentivar a discussão pública do Plano - permitir-se dizia eu - fazer insinuações torpes e baixas e apelar ao que de mais primário e irracional possa haver, na cabeça de algumas pessoas.
Posso ter sido excessivo ou duro? Admito que sim. Mas fui sobretudo leal, franco e frontal!
Quanto ao artigo do Dr. Mendonça digno dum profissional, está de facto bem feito e bem fundamentado e se o Eng. Leal também o ameaçar com a justiça, e se porventura necessitar duma testemunha de abonação… e quiser, conte comigo!
Ou então encontramo-nos os dois na prisão…
Se se juntarem na prisão, todos os que Eng. Leal ameaçou com os tribunais - desde as senhoras dos animais, passando pelas organizações “hostis”, até ao pessoal dos blogues, e outros que não sabemos - pode ser que se realize um bom debate sobre a gestão autárquica de Olhão e como se corre o risco de serem muitos, até pode ser que a cadeia de Olhão possa pedir o Auditório Municipal…! Mas isso teria que ser mais próximo das eleições, que é quando estará pronto…
Voltando à Sessão da Assembleia Municipal, a própria Ordem de Trabalhos deixa a desejar…
Não há mais nenhum problema para discutir num Órgão com esta importância, senão com todo respeito por estes assuntos, os Regulamentos da Casa da Juventude, e dos Espaços Internet?
Uma vez que a Assembleia está reunida e que a presença de cada elemento custa à volta de 70€, não se podia aproveitar para discutir ou abordar a situação das Pescas, ou da Poluição na Ria, ou a situação do Marisqueio? Ou as questões da Saúde, ou do Ensino no Concelho? Ou a Segurança? Ou a Limpeza? Ou as Comemorações dos 200 anos da ida ao Brasil? Ou o Desemprego?
Poder-se-á dizer que alguns destes assuntos não são da competência directa das Autarquias. Mas e os Órgãos Autárquicos e designadamente a Assembleia Municipal, pode alhear-se das coisas que dizem respeito ao Concelho, ou que têm reflexos na vida das populações Olhanenses?
Não podem reflectir sobre esses problemas e fazer chegar as suas preocupações e eventuais sugestões aos responsáveis governamentais?
Quanto a nós, não só podem, como têm a obrigação de o fazer!
Então, as Sessões da AM são um terrenos de luta (desigual…), onde os eleitos da CDU tentam levantar os problemas reais de Olhão e dos Olhanenses para que a Assembleia reflicta a vivência do Concelho e se prestigie com as posições que toma.
Do outro lado, o Presidente da Câmara e a bancada do Partido Socialista, “à defesa”, tudo fazendo para que as reuniões terminem depressa, (o Dr. Ramires mais parece um cronometrista que o Presidente da Assembleia Municipal) impedindo qualquer ideia ou proposta eventualmente válida que não venha da Câmara ou do PS (a não ser quando não têm coragem para as rejeitar como foram os casos das propostas apresentadas pela CDU sobre os temporais de 27 e 28 de Setembro, ou as felicitações à atleta Ana Cabecinha), porque segundo o Dr. Queiroz a Câmara não pode ir a reboque da CDU…
Por vezes usam outra táctica. Rejeitam as propostas da CDU (como foi a proposta para a construção, por subscrição publica, dum monumento ao caíque e aos seus tripulantes, para assinalar as comemorações dos 200 anos desse feito e a colocar junto à Biblioteca), e apresentam-se como já tendo pensado nisso e estando a tratar do assunto.
No PSD, um ou outro elemento lá vai dizendo uma ou outra coisa. O que vier da Câmara, votam a favor, e se for da CDU, votam contra ou abstêm-se. Um ou outro elemento do PSD, quando falamos, pisca-nos o olho, ou cá fora, fala connosco, apoiando-nos ou lamentando-se das posições que tem que tomar. Os elementos do PSD que têm estas atitudes, sabem que isto é verdade.
A realidade é que a Assembleia Municipal, não fora a intervenção da CDU, seria um Órgão amorfo, completamente manipulado e condicionado pala Câmara. Aliás, quem manda na Assembleia Municipal é o Eng. Leal.
Foi para isto que o Povo de Olhão votou?
Certamente que não!
O problema é que as populações desconhecem quer o que se passa no interior dos órgãos Câmara, Assembleia e Juntas, quer o que se passa nos próprios Serviços Autárquicos.
Vai havendo mais informação, e os blogues têm ajudado bastante.
Pessoalmente tenho confiança que se mais esclarecido e mais conhecedor da forma como o seu voto está a ser utilizado, o Povo de Olhão terá outra atitude.
Mas o Povo de Olhão, também não deverá ajudar-se a si próprio, dando mais força à CDU?
Porque os elementos da CDU não se acomodam! Fazem perguntas! “Escarafuncham”! São “chatos”! Denunciam!
E é por isso, por tanta “coisa escura” que fazem muita falta na Câmara de Olhão.
Visite o blogue “CDU em Olhão”
 
Olhão, 10 de Outubro 2008 
                                  José M Castanheira
  

 

Também pode ler este artigo aqui

e pode deixar o seu comentário



mano zé às 08:22
link do post | comentar

17 comentários:
De mano carlos a 11 de Outubro de 2008 às 21:49
Como foi isto possivel? Todos os elemento saõ eleitos pelo voto directo do povo, não havendo votos de primeira e segunda classe,como olhanense ha 54 anos e passados 34 anos do 25 abrill,nao sera possivel na assembleia municipal de olhao ouvir as propostas da oposição,será que ha defice democratico? falta de respeito pelas opinoes dos partidos menos votados,mas que não deixam de representar parte da população olhanense.ou então pretende-se que estes elementos deixem a contestação e passem ha obediencia cega do yes men, Srº Presidente.


De Olhão Bocas a 13 de Outubro de 2008 às 10:40
Caro "Mano Carlos",
Agradeço o seu comentário, que é bastante pertinente.
De facto não só existe deficit democrático, como o Presidente Leal não sabe conviver conm opiniões diferentes.
Creio que isso se deve ao Facto de o Eng Leal ter maioria absoluta. Assim, não só não sabe, como não quer e não precisa de dialogar. E até se dá ao luxo de não responder às pertinentes questões, que nós CDU colocamos (embora me pareça que há muito desconhecimento da acção da CDU - provavelmente por insuficiências próprias, como às questões como os blogues (Somos Olhão!, por Exemplo, e muitos cidadãos e Associações colocam.
Tentamos trabalhar para que as coisas mudem, mas é preciso que aqueles Olhanenses que querem mudar as coisas ajudem quer quer mudar.
Volto a agradecer os seus comentários e apresento-lhe os meus Cumprimentos
José M Castanheira


De Anónimo a 13 de Outubro de 2008 às 22:57
CARO,J.CASTANHEIRA COMO MUNÍCIPE ATENTO AOS DIVERSOS COMENTÁRIOS QUE NESTAS PAGINAS FIGURAM FICO PREOCUPADO COM O COMPORTAMENTO DO Srº Engº Leal, . LEAL SÓ DE NOME, SE NÃO VEJAMOS: NÃO RESPONDE AS MAIS DIVERSAS QUESTÕES COLOCADAS PELO PARTIDO DA OPOSIÇÃO MAIS INTERVENTIVO CDU, NÃO RESPONDE AOS FACTOS COM REGISTOS FOTOGRAFICOS DOS MOVIMENTOS DA BLOGOSFERA OLHANENSE,AMEAÇA COM A JUSTIÇA QUEM DISCORDA, É CASO PARA SE DIZER QUE ISTO NÃO É DE UMA PESSOA LEAL.. CUMPRIMENTOS, MANO CARLOS


De cacique a 11 de Outubro de 2008 às 23:49
"o problema e que as populaçoes desconhecem quer o que se passa no interior dos orgaos da camara, Assembleia e juntas, quer o que se passa nos serviços autarquicos.
Vai havendo mais informaçao e os blogs teem ajudado muito"
Mas isso nao deveria ser um dos vossos trabalhos!!!!!informar pelos diversos meios possiveis a populaçao dos diversos problemas que existem na terra???
Se eles nao fazem nem fomentam dabetes sofre os diversos temas , e os Srs. sera que o teem feito???
Se o fizeram nao chegou ao conhecimento da populaçao!!!!!!!! Pelos vistos os Srs. tambem eram conhecedores de muitas situaçoes que teem vindo a ser denunciadas pelos blogs!!!!!!!!!! Sera que fizeram alguma coisa??????????


De mano carlos a 12 de Outubro de 2008 às 22:52
quem deve informar as populações são as juntas de freguesia,camara municipal,o problema está em que as situações denunciadas nos blogs não eram do conhecimento do partido menos represerntado na AM e se fossem teriam apenas 5 minutos para uma panoplia de irregulidades para não chamar outra coisa, o polvo do poder é grande e tem muitos tentáculos, por fim já viu alguma vez o contrabandista chamar o guarda fiscal ????


De Olhão Bocas a 13 de Outubro de 2008 às 11:20
Caro conterrêneo "Cacique",
Igualmente agrdeço o seu comentário que li com toda a atenção.
O problema da informação tem muitas nuances.
Não há duvida de que a informação à população daquilo que fazemos é uma grave lacuna da CDU.
É até inglório, porque sempre procuramos preparar as Sessões da AM ou das Freguesias, e pensamos que "lá dentro" até fazemos um razoavel trabalho de interpelaçao e de colocaçao de questões, exercendo as competências fiscalizadoras da A Municipal, mas depois não informamos e todo esse trabalho fica ali entre "quatro paredes". Como práticamente o Povo não assiste às Sessões dos Orgãos, não sabe o que lá se passa.
De vez em quando a CDU emite um comunicado de 500 exemplares que distribui nos mercados e na Rua das Lojas. Mas o que significa isso numa população de dezenas de milhares de pessoas e de eleitores?
Claro que muita gente não é abrangida e desconhece.
Mas daí até se dizer que pactuamos, creio que é injusto. Alias as gravações das Sessões que o Presidente da AM, contrariando a Lei, não nos entrega, mostram a nossa enérgica intervenção.. Imagine que até as actas são (deliberadamente) vagas.
Quanto a debates, assim de repente durante este ano lembro-me de dois. Um no Auditório, sobre os problemas da Saúde no Concelho, com a Participaçºao e Bernardino Soares e outro sobre a situação da Mulher Trabalhadora, em Olhão e não só, na Recreativa com a presença de Fernanda Mateus,
Será pouco? Talvez...mas é alguma coisa.
Mas até é também um pouco frustante, pois da tal população, compareceram entre 70 e 80 pessoas (o que já não é mau...)
Os blogues são uma nova forma de intervençãoo, muito rica, que abre novas possibilidades.
Se me permite informá-lo a CDU tem já o seu próprio blogue (que ainda está em construção), que pode ser consultado em Cdu em Olhão e que contem uma informação da intervenção dos eleitos da CDU na ultima Sessão da AM e que de certa forma é um exemplo daquilo que costumamos fazer.
Volto a agradecer, sinceramente, as suas palavras, que no fundo "puxam por nós".
Cumprimento-o cordialmente
José M Castanheira


De Lourenço Mendonça a 12 de Outubro de 2008 às 10:41
Tenho de começar por agradecer a solidariedade de José Castanheira se tivermos todos de ir para a cadeia. Só que pode acontecer que não sejamos nós os detidos.
E esclareço que na bancada do PSD todos são livres de dizer o que entendem. Como sabe, quantas e quantas vezes votei sozinho na Assembleia.
Relativamente aos pontos que viriam a integrar a minha crónica neste BLOG, havia questões que não estavam estudadas, pelo que preferi adiar. Além de que iria chocar com os problemas de tempo impostos pela presidente da Mesa da A.M..
Apreciei o toque que deu à sua crónica a querer convencer que toda a gente concorda com as posições tomadas pela CDU. Pela minha parte concordei com algumas, discordei doutras, abstive-me em muitas.
Quando pediu, e bem, a palavra, para defesa da honra, e não lhe foi concedida, estava eu a procurar o artigo do Regimento que regula a matéria: é o 32º..Por isso não votei em nenhum sentido, porque estava à procura do fundamento para usar da palavra em sua defesa. Só que, quando encontrei o artigo já não fazia falta.
Discordando da sua opinião, não me parece que uma Assembleia Municipal que reúne 5 vezes por ano tenha possibilidade de fiscalizar e esclarecer a população relativamente às deliberações da Câmara e dos seus funcionários.
Há que imaginar um sistema mais eficaz de controle da Administração Local por parte da população e de acesso à justiça em caso de incumprimento.


De floripes a 12 de Outubro de 2008 às 16:22
gostava de perguntar ao dr.lourenço mendonça porque penso que talvez ele saiba:a quem pertenciam os terrenos onde se realizava a antiga feira de olhão,e a antiga estrumeira que ficava por detrá do matadouro?
isso porque já ouvi dizer que estes terrenos eram privados?será que me sabe responder?


De Lourenço Mendonça a 13 de Outubro de 2008 às 13:06
Visitei à pouco a zona da antiga Feira.
Se bem me lembro, parte dos terrenos integrados no loteamento da Marina Village eram camarários. E não me recordo de o assunto de ter havido concurso público para venda de terrenos nem de o assunto ter sido levado à Assembleia Municipal para sancionar a alienação.Além desses terrenos do terrenos há algum terreno (menor) terraplanado, e construções a norte da Miarina Village (as escolas, o matadouro, a Sinexpral a antiga Safol e pouco mais). Há ainda o terreno cedido para a construção do Hotel, que está devidamente entaipado.
Para tirar quaisquer dúvidas e mal-entendidos, seria bom que a Câmara (entidade oficial) fornecesse os mapas dos diversos terrenos, seus proprietários e modos de adquirir.


De floripes a 13 de Outubro de 2008 às 15:06
desde já o meu obrigado ao Dr. . Lourenço Mendonça ,pelo esclarecimento em relação aos terrenos da feira .mas sendo eu criança lembro-me de
ás vezes ir com mais amigos meus, até a estrumeira da camara,que ficava por detrás dos terrenos da feira e do matadouro. Será que esses terrenos não eram também camarários .não será por alguns edifícios a> do marina vilage estarem a ser construídos em cima dessa estrumeira, que tiveram de se abster de fazer as caves que estavam .no projecto, e que servia para estacionamento dos futuros habitantes desses edifícios a> .
sendo você membro do maior partido que presumivelmente, devia de fazer de oposição, ao poder instituído desde, o 25 de Abril até hoje, não poderia você tomar medidas para que o seu partido obrigasse a vereação da CMO .a</a> publicar a lista de terrenos camarários, no local do marina vilage mas não só.
penso que alguns blogs nos últimos meses tem feito o papel que devia ser feito pela oposição, mas os blogs não são mais que meros blogs o verdadeiro papel, de denuncia de irregularidades cabem a você s partidos, com assento na CMO e na A.M. e nas J.F .
desde já o meu obrigado pela sua atenção, e resposta ao contrário de outras personagens da nossa vida politica que só respondem quando lhes agrada.


De SO! a 13 de Outubro de 2008 às 20:03
Somos Olhão! intervêm com este comentário como contributo para ajudar a esclarecer alguma poeira lançada à questão do Marina Village a partir do momento em que na internet sob a forma de comentários, no blog “Olhão livre”, assinados por António M. Pina onde este, por supostamente se julgar bem informado , afirmava que os terrenos onde está a ser construído o empreendimento em questão eram privados.
Não sendo o aspecto mais importante deste caso, mas sim em nosso entender a ausência de resposta do presidente da Câmara ao pedido de informação que lhe entregámos formalmente, independentemente se os terrenos eram privados ou camarários, sendo que neste caso queremos saber dos termos em que foram vendidos, o que está suficientemente claro no nosso blog..
Contudo podemos informar que o Marina Village (1ª fase) está a ser construído de acordo com o Alvará emitido pela CMO no que eram os prédios e artigos que pode consultar nesta imagem (http://2.bp.blogspot.com/_2wKTG3Usfj0/SPOXtgG2vxI/AAAAAAAAB5A/wWDNmXhIg50/s1600-h/Alvar%C3%A1+1%C2%AAp.jpg ) . Pela identificação dos referidos prédios é fácil saber da identificação dos anteriores proprietários.
Somos Olhão! aproveita para dizer que só ainda não fez, porque tem custos e nós não temos fundos para os suportar pelo que deixamos aqui o apelo para a sua contribuição, caro leitor. Pode fazê-lo aqui: http://somosolhao.blogs.sapo.pt/1732.html .
SO!


De floripes a 13 de Outubro de 2008 às 21:12
li neste momento o comentário do somos olhão, li e reli o documento onde fala que os terrenos são das construções lagarça s.a ..e que a cmolhão passou o alvará de construção em nome dessa empresa de construção civil .não explica, é como é que essa empresa comprou os terrenos e a quem.vi também nesse documento, que construir tinham de demolir não sei o quê: que eu me lembro em toda aquela área a única construção que havia era um armazém, que tinha uma grua ao lado. por isso penso que não bate a bota com a perdigota.e que alguém devia esclarecer que edifícios e que haviam ali além desse armazém.


De Lourenço Mendonça a 14 de Outubro de 2008 às 17:24
Como infelizmente a Autarquia não fornece informações, têm de ser os particulares a fazer o trabalho que cabia à Câmara Municipal, evitando mal-entendidos.
o alvará de loteamento nº. 2 de 2007 referido por "Somos Olhão" anexou 6 prédios (edifícios ou terrenos) que já pertenciam às Construções Lagarça, S.A.. desde 2002. Estes prédios foram adquiridos em 1998 por aquela sociedade à "Imoretalho - Gestão de Imóveis, S.A." e totalizam 48791 m2. Este loteamento abrange 23 lotes mais um para integração no domínio privado municipal. É aqui que estão a ser construídos os prédios da "Marina Village".
Além deste loteamento, a Câmara registou em terrenos seus, o loteamento do porto de recreio numa área de 97.407 m2, com 21 lotes dos quais o primeiro se destina a hotel com cave e 5 pisos. Nenhum dos lotes foi transmitido.


De Olhão Bocas a 13 de Outubro de 2008 às 11:51
Caro Dr Mendonça
Cumprimentando-o, gradeço ter-se dado ao trabalho de comentar o meu escrito.
O senhor coloca duas questões:
a) A sua própria intervenção na AM
b) Se com as actuais regras é possivel fiscalizar eficazmente a actuação dos òrgãos Executivos.
Quanto à primeira, espero que não tenha "enfiado nenhuma carapuça", pois eu falo da actuação do PSD em geral, mas ressalvei que me apercebia de posições diferentes no seio da bancada do PSD.
O senhor sabe que eu sei... mas fico-me por aqui...
No que se refere à segunda questão, tem toda a razão.
Ainda por cima, reunindo de 3 em 3 meses disponho (eu e os outros elementos da AM), de 5 minutos (e estou convencido que o Dr Ramires juntamente com a maioria PS, cozinhou esta regra a meio do mandato, perdõe a imodéstia,exactamente contra mim, que, se não sou quem mais intervem e mais assunto levanta, de práticamente de todas as areas da vida concelhia), estou certamente entre os elementos que mais "animam" as Sessões.
Sou quase sempre o unico que esgota os 5 minutos e relativamente a quem, como o senhor refere a Mesa faz uma votação para retirar a palavra.
Veja-se bem one se chegou...
Creio que só devo ser batido pelo Eng Leal, para quem não há qualquer limite de tempo.
Estou de acordo em tentar-se encontrar um sistema melhor, mas não é certamente aquele que foi "cozinhado" entre as direcções do PSD e do PS e que felizmente por enquanto, não passou.
Mas isso por si só. justificaria uma outra discussão...
Deixo-lhe as minhas saudações.
José M Castanheira


De floripes a 12 de Outubro de 2008 às 16:16
<BR class=incorrect name="incorrect" aosr.deputado castanheira :qual o motivo que a cdusó agora vem a terreiro levantar as questões ,que alguns blogs tiveram a ousadia de denunciar, via net ? desconheciam tais factos ?parece que sim! ora a ser verdade que vocês cdudesconheciam tais factos ,é sinal que ,também vocês terão as vossas culpas no cartório, pois como organização praticamente não existem. veremos no futuro qual vai ser o vosso papel nas denuncias publicas, pois a continuarem assim, sem virem para a rua fazer ,o que é vossa obrigação, os eleitores também não se esquecerão de os castigar, nas próximas eleições. mostrem se têm valor e exijam que o presidente preste contas á população. Não deixem os blogs a fazer ,o papel que a chamada oposição há anos que devia ter feito, e não só agora., e que já foram ameaçados com os tribunais, pelo presidente leal.


De Olhão Bocas a 13 de Outubro de 2008 às 14:02
Caro Cidadão "Floripes"
Cumprimento-o e agredeço ter-se dado ao trabalho de nos transmitir a sua opinião. Creia que não cai em "saco roto"!
Não é de agora que a CDU levanta as questões abordadas pelos blogues, mas tal tem ficado entre as paredes das salas de reuniões.
Os blogues deram visibillidade a nivel de quem tem internet,de novas questões.
Optimo. Saudamos sem receio, mesmo quando nos criticam, essa nossa forma de intercenção cívica.
Se consultar o blogue da CDU, Cdu em Olhão, verificará que não só levantámos essas questões, como as assuminos institucionalmente para tentar dar-lhes mais peso.
Talvez assim o Presidente que não responde nem à CDU, nem a quem levanta as questões, nem aos blogues, responda à Inspeclão Geral da Administraçao Local...
Mas é verdade que desconheciamos alguns destes assuntos, assumimo-lo.
Felizmente os elementos dos blogues tem tempo, disponibilidade conhecimento e vontade de fazer este autentico trabalho de investigação, pois quando se pergunta o que quer que seja, a Camara de Olhão, fecha-se como uma concha.
E estão a prestar um bom contributo quando duma forma responsavel e não apenas "mandando bocas", contribuem para o esclarecimento das situações e eventual apuramento de responsabilidades.
Quanto às questões de Organização, também assumo as nossas limitações. Mas permita.me pensar que o meu caro "Floripes" terá em conta as dificuldades de hoje alguém se assumir como comunista ou membro da CDU. É que a realidade é que as posições dos comunistas são caladas, denegridas ou deturpadas, os comunistas são estigmatizados, marginalizados e até descriminados e perseguidos em alguns (não poucos...) locais de trabalho.
Além disso, o PCP e o Socialismo não estão na moda (o liberalismo é que está - e aí estão os resultados com a crise financeira mundial, para a qual alertamos há anos) e principalmente o PCP não tem empregos, nem benesses para dar a ninguém...
Não estamos aqui a tratar de questões ideológicas.
Estamos a falar de Olhão.
E em Olhão. apesar dessas dificuldades, há adesões ao PCP (sobretudo de Jovens), realizámos em Maio, com cerca de 130 presenças, entre delegados e convidados a nossa Assembleia de Organizaçao (o equivalente a um Congresso), onde traçámos orientações e direcções de trabalho e elegemos uma nova Direcção Concelhia e realizámos outras iniciativas como debates, almoços temáticos, vamos às empresas distribuir comunicados, etc
Alguma coisa vamos fazendo, mas não chega ao conhecimento das dezenas de milhares de eleitores e habitantes do nosso Concelho.
Entretanto, até estamos a reconstruir a nossa casa no Largo da Restauração ( apesar das pressões para abandonarmos o local...).
Mas sobretudo temos consciencia de que o Amigo "Floripes" tem muita razão quando diz que temos que mais regularmente "dar a cara", divulgando as nossas posições.
Até porque os blogues tèm o seu papel, os orgãos de informação local, têm o seu e neste caso a CDU, que se assume fora do "arranjinho politico" existente em Olhão, tem o seu, que é insubstituivel..
A evolução da nossa terra é um dos principais objectivos dos comunistas Olhanenses.
èÉpor isso que achamos que a CDU faz falta na Camara de Olhão.
Mas também, quem quer que a gestão Autárquica em Olhão, se modifique, tem "obrigação" de ajudar aquleles que querem fazê-lo
Isto é, meu caro concidadão "Floripes", esteja atento e se o entender, dê força à CDU!
Nenhuma outra força tem vontade, nem condições para mudar.
Estão demasiado "Iinstalados"...
Saudações democráticas para si do
José M Castanheira


De Raul Coelho a 12 de Outubro de 2008 às 19:31

"Pessoalmente tenho confiança que se mais esclarecido e mais conhecedor da forma como o seu voto está a ser utilizado, o Povo de Olhão terá outra atitude."
 

do artigo de J. Castanheira.

Não podia estar mais de acordo.

Mas também digo o maior défice de esclarecimento e informação não é o da Câmara, é o da oposição não alinhada com o F. Leal, porque da outra, diferente, não é de esperar, e dos que se reinvindicam de politicamente esclarecidos, que não tem divulgado as suas posições tão amplamente e profusamente quanto o necessário para que os municípes, todos, não possam dizer que não sabem.

E é preciso ter conta com a idéia que se está a criar que agora com os blogs é que é. Nada mais errado.

Basta atender que Olhão é um concelho info-excluído. É ainda uma minoria, os que tem idade de eleitores com acesso à Internet, destes nem todos andam a navegar pelos blogs précurões, o número de vísitas atesta-o.

Os meios clássicos de divulgação ainda tem muito peso.

 

<p><a href="http://obatestacas.blogs.sapo.pt/">o Bate estacas</a></p>

 





Comentar post

acompanhe a
blogosfera olhanense actualizada a cada meia hora

 

     aqui

visitantes desde 26/12/2008

arquivos

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds