Sábado, 13 de Dezembro de 2008
António Paula Brito no
Os heróis, os colaboracionistas e os conformistas
   
No último Congresso Histórico organizado pela Câmara Municipal de Olhão em conjunto com a Universidade do Algarve, aprendemos que houve há 200 anos, durante a revolta olhanense, alguns heróis, mas também, e sobretudo, muitos colaboracionistas e, ainda mais, conformistas relativamente à situação da época.
Efectivamente a 1ª Invasão Francesa é, em todo o País, sobretudo uma história de conformismo da parte do povo miúdo, e de colaboracionismo da parte das autoridades nacionais (Nobreza e Clero) que não só não fizeram qualquer esforço de resistência militar como, afanosamente, se desdobraram em reunir as melhores condições possíveis para receber os soldados franceses. É isto que explica o facto de, embora Junot só tenha chegado a Lisboa em 30 de Novembro de 1807, quase dois meses antes a Câmara de Faro já tivesse iniciado as preparações para receber as tropas invasoras! Por outro lado, quando as tropas francesas já estavam perto de Lisboa, a 26 Novembro de 1807, D. João VI, nosso Príncipe Regente, mandou difundir um Decreto-Real a mandar o nosso povo receber os franceses com hospitalidade!
As razões que explicam esta “hospitalidade” encontram-se descritas na página Web da APOS (www.olhao.web.pt) e por isso não as vamos discriminar.
A lição que é importante reter desta história assim como de todos os momentos históricos, grandes ou pequenos, é que as pessoas situam-se sempre face às maiores injustiças perpetradas por um qualquer Poder instituído (seja ele o poder do nosso superior hierárquico no emprego, ou do autarca corrupto, ou de qualquer outro político mentiroso mas de boa pinta), sempre da mesma forma: ou são heróis, ou colaboracionistas ou conformistas.
As razões para se ser herói nem sempre são boas: por vezes basta simplesmente ser infantil e não perceber o enorme risco que as suas atitudes têm para si mesmo! Julgo que, de algum modo, talvez que quando o povo olhanense se revoltou contra os franceses, estivesse nesta categoria de heróis: não percebeu nesse momento que o mais provável seria serem todos passados a fio de espada, inclusive as suas famílias… Seguramente não estavam à espera que um herói meio louco conseguisse iniciar a revolta de Faro, precisamente no momento em que os franceses iriam arrasar Olhão!
As razões para se ser colaboracionista são mais simples e podem-se traduzir numa palavra: oportunismo. Colaborar com o Poder injusto pode não ser ético mas a curto prazo é seguramente compensador para o próprio!
As razões para se ser conformista nem sempre são más: basta preocupar-se prioritariamente com a sua família, não estando demasiado interessado em mudar o Mundo longínquo, bastando-lhe mudar o seu mundo mais próximo o que, já é importante. Estamos a falar da imensa maioria das pessoas boas que, embora não sendo assassinas, basta-lhes que os assassínios se cometam longe dos seus olhos, para facilmente não se sentirem responsáveis por darem prioridade a outras preocupações, também legítimas!
Seja como for, a verdade é que o leitor, se tivesse vivido os acontecimentos de há 200 anos se situaria num destes três grupos e hoje, continua a ter que fazer a mesma opção face à corrupção e injustiça: ou é herói, ou colaboracionista, ou conformista…
Estas reflexões vêm a propósito da má educação cívica e democrática da autarquia que se recusa a responder a cidadãos e associações, sobretudo quando há indícios graves de ilegalidades e corrupção. A prepotência chegou ao ponto de a autarquia ter perpetrado um roubo de um placard informativo na Avenida, no último dia 20 de Novembro, que já foi motivo de queixa na Polícia e no Delegado do Ministério Público.
Mais uma vez, face ao brilho do Poder instituído, cada um de nós terá de fazer a suas opções e, seguramente, a maioria optará pelo conformismo…
António Paula Brito
13 de Dezembro de 2008
 

 

Também pode ler este artigo aqui

e pode deixar o seu comentário



mano zé às 00:05
link do post | comentar

acompanhe a
blogosfera olhanense actualizada a cada meia hora

 

     aqui

visitantes desde 26/12/2008

arquivos

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

subscrever feeds